ANÁLISE DA DINÂMICA DA PAISAGEM NO MUNICÍPIO DE FORMOSA DO RIO PRETO (BA)

Aracelly dos Santos Castro, Roberto Arnaldo Trancoso Gomes, Renato Fontes Guimarães, Osmar Abílio de Carvalho Júnior, Éder de Souza Martins

Resumo


Este trabalho tem como objetivo descrever a evolução do uso da Terra nomunicípio de Formosa do Rio Preto (BA) durante vinte anos(1988-2008).O municípioestá localizado no Oeste da Bahia, onde há uma forte expansão da agricultura e doagronegócio, devido às condições ambientais favoráveis com terras planas e umaestação chuvosa bem definida. Mudanças de uso do solo são avaliadas pelo uso deimagens TM-Landsat e ALOS/PRISM.As imagens de sensoriamento remoto foramclassificadas em quatro classes: vegetação natural, vegetação alterada, agropecuária eárea urbana. A agropecuária apresentou o maior crescimento, possuindo em 1988 cercade 6% da área do município e em 2008 atingiu 32%. As áreas de agricultura avançam emum padrão contínuo não existindo no seu interior áreas preservadas. Assim, análisetemporal forneceu informações importantes sobre a evolução do padrão de uso do solono município de Formosa do Rio Preto (BA), considerando a sua relevância para oprocesso de desenvolvimento da fronteira agrícola e conversão do Cerrado.

Palavras-chave


uso do solo, irrigação, detecção de mudança, sensoriamento remoto.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Espaço & Geografia está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at www.lsie.unb.br. ISSN 1516-9375