A INFLUÊNCIA DAS ATIVIDADES AEROPORTUÁRIAS NA PERDA DE SOLO POR EROSÃO LAMINAR UTILIZANDO DADOS DE SENSORIAMENTO REMOTO NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA – PRESIDENTE JUSCELINO KUBITSCHEK E SEU ENTORNO

Camila Lourdes Silva, Eraldo Aparecido Trondoli Matricardi

Resumo


A implantação, operação e expansão dos aeroportos são consideradas atividades potencialmente causadoras de grandes impactos ao meio ambiente. Elas desencadeiam processos erosivos, desmatamentos e danos a corpos hídricos. Estudos relacionados à erosão do solo ainda são escassos em ambientes aeroportuários. O presente artigo tem como objetivo identifi car, mapear e estimar a perda de solo para os anos de 2003, 2009 e 2013 no Aeroporto Internacional de Brasília - Presidente Juscelino Kubitschek e seu entorno (2 km), período em que muitas obras de expansão foram realizadas. Foram utilizadas imagens de satélite de alta resolução espacial, Sistema de Informação Geográfi ca. Para identifi car as áreas suscetíveis à erosão, foi utilizada a Equação Universal de Perda de Solo – EUPS. Os resultados da EUPS mostraram que a área de estudo apresentou baixa perda de solos comparando os três anos analisados (inferior a 10 t ha-1 ano-1), revelando que os impactos causados pela expansão urbana (área do entorno) e pelas atividades aeroportuárias foram similares. Assim, esta pesquisa contribui para auxiliar na composição da caracterização temporal da área do aeroporto e entorno como uma base para o planejamento ambiental estratégico e do uso das terras na região visando facilitar futuras análises.

Palavras-chave


Sensoriamento Remoto, SIG, EUPS, atividades aeroportuárias

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Espaço & Geografia está licenciado sob uma licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Unported.
Based on a work at www.lsie.unb.br. ISSN 1516-9375