SIG NA AVALIAÇÃO DA PERCEPÇÃO DE MORADORES DE DOIS BAIRROS PERIURBANOS QUANTO A OFERTA DE SERVIÇOS PÚBLICOS NA CIDADE DE MARINGÁ-PR / GIS in the evaluation of Two Neighborhoods of Perception Quarters for Delivery of Public Services in Maringá-PR City

Erivelto Alves Prudencio

Resumo


O avanço das cidades para além de seus limites faz surgir o fenômeno da periurbanização e este, quando ocorre de forma desordenada, à revelia das regulamentações estabelecidas para novos loteamentos, pelos órgãos de gestão pública, influenciam diretamente na qualidade de vida dos moradores visto que os serviços públicos não chegam às populações dessas áreas. A ocupação urbana de um determinado espaço geográfico, portanto, pode interferir diretamente na dinâmica das cidades e na oferta dos serviços públicos destinados à população. Este artigo busca, por meio do uso de Sistema de Informação Geográfica (SIG), espacializar a percepção quanto à oferta de serviços públicos dos residentes dos loteamentos Bela Vista 1 e Bela Vista 2, na cidade de Maringá, Paraná, bairro este, localizado em região periurbana da cidade. Como instrumento investigativo foi aplicado questionário a 68 indivíduos, residentes no bairro, com faixa etária maior de 18 anos, cada qual representante de uma residência dos loteamentos. Foram analisados os mapas temáticos para cada serviço, buscando verificar um comportamento padrão geral dos bairros. Outra análise foi a correlação das respostas com o seu entorno (vazios urbanos, uso do solo) e com o comportamento do relevo e a análise da síntese dos mapas de análise quanto aos serviços urbanos. As dimensões com maior índice de insatisfação foi o serviço de segurança e policiamento. Verificou-se também que os moradores do Bela Vista 1 se mostraram mais satisfeitos que os do Bela Vista 2 nas dimensões iluminação e coleta de lixo. Também pode-se perceber correlação entre a satisfação e o tempo de moradia nos bairros. Assim, a análise dos padrões espaciais em SIG permitiu identificar a percepção que os próprios moradores possuem em relação ao bairro onde vivem, bem como verificar que a localização das residências muitas vezes influi na satisfação e/ou insatisfação em relação aos temas estudados.

Texto completo:

PDF


Revista da Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto - SBC | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados