AVALIAÇÃO DA SUSCETIBILIDADE DE BACIAS HIDROGRÁFICAS AO DESENVOLVIMENTO DE INUNDAÇÕES POR INTEGRAÇÃO DE DADOS FISIOGRÁFICOS E SENSORIAMENTO REMOTO POR RADAR / Evaluation of Flooding Susceptibility in Watersheds by Means of Integration of Physiographic and Radar Remote Sensing Data

Isabela Habib Canaan da Silva, Fernando Pellon de Miranda, Luiz Landau

Resumo


A pesquisa propõe uma metodologia para a avaliação da suscetibilidade bacias hidrográficas ao desenvolvimento de inundações por integração de dados fisiográficos e de sensoriamento remoto por radar. Foram utilizadas imagens dos satélites RADARSAT- 2, dados de altimetria, hidrografia e pluviometria. A área de estudo abrange o entorno da cidade de Villahermosa, México, onde ocorrem inundações periódicas. A classificação textural foi utilizada para individualizar as classes de cobertura representativas de corpos d’água, floresta seca e vegetação inundada. Os dados de altimetria e hidrografia permitiram a construção de um MDT específico. A partir de tal produto, foi definida a bacia hidrográfica na qual a cidade está inserida e foi feita a análise geomorfológica da bacia e de suas sub-bacias. Os dados de precipitação provenientes de estações climatológicas foram associados à evolução da distribuição em superfície das áreas cobertas por corpos d’agua e também foram analisados de acordo com seus valores extremos. A integração da análise do meio físico da bacia hidrográfica com aquela dos dados de precipitação permitiu a construção de uma matriz, a partir da mesma foi possível gerar um índice com diferentes níveis de susceptibilidade ao fenômeno de inundação.

Texto completo:

PDF


Revista da Sociedade Brasileira de Cartografia, Geodésia, Fotogrametria e Sensoriamento Remoto - SBC | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados