Topographic Modeling of Marajó island With SRTM Data

Márcio de Morisson Valeriano, Dilce de Fátima Rossetti

Resumo


Este trabalho apresenta a aplicação dos dados SRTM na modelagem da topográfica da Ilha do Marajó, com ênfase no processamento dos dados em relevo baixo. Esta pesquisa apontou a demanda de extrema precisão altimétrica devida ao relevo baixo e à sensibilidade dos dados SRTM a feições não-topográficas. A primeira apreciação dos dados revela que a Ilha apresenta numerosos paleocanais, o que motivou um esforço de modelar estas feições sob uma abordagem paramétrica, através de derivações geomorfométricas. Das condições do terreno das áreas de estudo, aliadas à predominância dos efeitos de dossel vegetal, resulta que os mapas geoorfométricos se apresentem fortemente afetado pelas interações entre a vegetação e o terreno. Apesar de a abordagem paramétrica não se mostrar adequada para as condições vigentes na área de estudo, as técnicas de processamento digital foram consideradas capazes de aumentar o potencial dos dados para análises visuais, permitindo um realce uniforme da altura dos paleocanais, independente de sua altitude.


Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v9i1.101

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Geomorfologia ­ RBG (Rev. Bras. Geomorf. ­ Online ­ ISSN: 2236­5664) | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados