DETERMINAÇÃO DA DESCARGA DOMINANTE EM ESTAÇÕES FLUVIOMÉTRICAS DAS REGIÕES OESTE E SUDOESTE DO PARANÁ

Oscar Vicente Quinonez Fernandez

Resumo


O objetivo do trabalho é estimar e comparar dois tipos de vazões dominantes (vazão de margens plenas e descarga com determinado tempo de retorno) em 12 estações fluviométricas localizadas nas regiões Oeste e Sudoeste do Estado do Paraná. As estações, operadas pelo Instituto das Águas do Paraná (antiga Suderhsa - Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental), estão situadas em regiões cuja geologia, clima e tipo de relevo são similares. A área da bacia a montante das estações variou de 969 a 12.124km2.

A descarga com 1,58 anos de recorrência (Q1,58) foi escolhida para representar a vazão dominante com determinado tempo de retorno. Para cada estação foi calculada a vazão Q1,58, a partir de dados históricos de cheias disponíveis no site da Agência Nacional de Águas (ANA). A vazão de margens plenas (Qmp) foi estimada através de observações em campo adotando como referencia os depósitos de diques marginais. O tempo de retorno de Qmp nas estações estudadas variou de 0,60 a 3,35 anos. O coeficiente de determinação (R2) obtidas para as relações entre Área de drenagem versus Qmp e Q1,58 versus Qmp foi de 0,961 e 0,909 respectivamente. Tais valores mostram o uso promissor dos depósitos de diques marginais na demarcação da cota de margens plenas no planalto basáltico das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v11i1.143

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Geomorfogia ­ RBG (Rev. Bras. Geomorf. ­ Online ­ ISSN: 2236­5664) | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados