ESTUDO DO ESCOAMENTO SUPERFICIAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO IVAÍ, PARANÁ, BRASIL

Manoel Luiz dos Santos, Eduardo Souza de Morais, Hélio Silveira, Fabio Corrêa Alves

Resumo


Mediante a  aplicação da equação proposta por Kirby (1976),  aliada a levantamento das variáveis físicas  da bacia do Ivaí, este trabalho se propõe a analisar o comportamento do escoamento superficial nessa importante bacia hidrográfica do estado do Paraná. Para tanto, foram levantadas as variáveis precipitação média anual, precipitação média por evento, capacidade de campo dos solos e evapotranspiração. Essas variáveis foram  espacializadas e analisadas com o suporte das características geológicas, geomorfológicas, pedológicas e climáticas da bacia hidrográfica. O resultado da análise foi integrado, em ambiente digital, em um Sistema de informação Geográfica, fornecendo uma carta síntese das taxas de escoamento superficial da bacia. O resultado mostra que no curso inferior da bacia hidrográfica, região do Arenito Caiuá (Kr), ocorrem as maiores taxas de escoamento superficial da bacia. Tal fato é atestado pela agressiva erosão que sofrem os solos desenvolvidos sobre estas litologias na região Noroeste do estado do Paraná.

Palavras-chave


processos superficiais, bacia de drenagem , modelagem do escoamento superficial

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v14i3.286

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Geomorfogia ­ RBG (Rev. Bras. Geomorf. ­ Online ­ ISSN: 2236­5664) | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados