Mudanças na Morfologia dos Canais Urbanos: Alto Curso do Rio Paquequer, Teresópolis –RJ (1997/98 – 2001)

Viviane Torres Vieira, Sandra Baptista da Cunha

Resumo


O presente trabalho procurou avaliar os ajustes ocorridos na morfologia do canal dos rios de 3ª ordem, afluentes do rio Paquequer, localizados na microrregião serrana do Estado do Rio de Janeiro. Para isso, foi levada em consideração a análise de seções transversais coletadas em 1997/98 e em 2001, ao longo do perfil longitudinal. Dados de largura e profundidade foram coletados em trabalhos de campo, tendo sido calculado, em gabinete, a profundidade média e a capacidade do canal que, ao serem avaliadas, indicaram as modificações espaciais e temporais. Deposição e remoção foram encontradas ao longo dos mesmos, ora pela ação fluvial, ora pela ação antrópica, que realizou alargamentos e estreitamentos dos canais ao longo dos quatro anos analisados. Dos sete canais estudados, os rios Cascata dos Amores, Meudon, Ermitage, Príncipe e Fischer sofreram as maiores mudanças.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20502/rbg.v9i1.97

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Geomorfogia ­ RBG (Rev. Bras. Geomorf. ­ Online ­ ISSN: 2236­5664) | Copyright © 2010 | Todos os direitos reservados